in , , , ,

Professores da UFPI produzem álcool 70% e material é doado aos hospitais públicos

Professores dos cursos de Farmácia e Engenharia de Produção da Universidade Federal do Piauí (UFPI) estão produzindo o álcool 70%, produto que está sendo doado aos hospitais públicos do estado. Até o momento, 700 litros de álcool 70% já foi manipulado pela equipe que participa da iniciativa.

Em entrevista ao G1, a professora e integrante do comitê de gestão ao combate do coronavírus, Waleska Ferreira, explicou que o álcool foi doado pela empresa Comvap, através da Rede Pense Piauí. O produto chega à universidade com um teor alcoólico acima de 70% e, a partir disso, inicia o trabalho dos pesquisadores.

“O álcool chegou no curso de Farmácia no dia 24 de março e, partir do dia seguinte, iniciou a organização no Laboratório de Controle de Qualidade Físico-Químico de Medicamentos e Correlatos, local onde o álcool foi manipulado. A partir do dia 30, iniciou a produção do álcool 70%. Estão envolvidos no preparo do álcool professores do curso de Farmácia e Engenharia de Produção e a equipe técnica do GT Álcool, grupo que faz parte do comitê”, contou.

Foram produzidos 700 litros de álcool 70%, sendo 500 litros deles já foram doados — Foto: Divulgação /Waleska Ferreira

Foram produzidos 700 litros de álcool 70%, sendo 500 litros deles já foram doados — Foto: Divulgação /Waleska Ferreira

Dos 700 litros produzidos até o momento, 500 litros já foram doados para o Hospital Universitário (HU), Hospital da Polícia Militar (HPM) e para a Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER). O material também foi disponibilizado para as áreas de serviços essenciais da UFPI, como a segurança, limpeza, biotério e entre outras.

Ainda nesta semana, a equipe irá iniciar a produção do álcool em gel 70% INMP. Vão participar também do projeto a Farmácia Escola (FE) da universidade, que dispõe de laboratórios com uma estrutura necessária para a manipulação deste material.

A professora destacou que o objetivo da iniciativa é cumprir o papel social da instituição de ensino. “Neste momento de pandemia que estamos vivendo, a UFPI tem cumprido o seu papel social. Com a falta do produto no mercado e a necessidade dele nos hospitais, observou-se a utilidade do preparo do material, já que temos infraestrutura e pessoal capacitado”, afirmou.

Isolamento social e decretos de calamidade

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Prevenção, contágio e sintomas

Lavar bem as mãos é a maneira mais eficaz de evitar o contágio  — Foto: Getty Images via BBC

Lavar bem as mãos é a maneira mais eficaz de evitar o contágio — Foto: Getty Images via BBC

Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.

É importante também ficar atendo quanto às formas de transmissão do vírus e os sintomas. O infográfico abaixo ilustra algumas das formas de se prevenir:

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

G1 PI

Avatar

Written by Redação Tribuna Piauiense

Whatsapp +55 (86) 9 8883-8685

Facebook https://www.facebook.com/PortalTribunaPiauiense/

Homem é preso quando assaltava pedestres na Av. São Sebastião

PRF divulga nota sobre circulação de transporte intermunicipal